Zelo e inteligência

Ago 25, 2020 | Capítulos, Publicações

Zelo e inteligência: Joaquim Renato Baptista, “cabouqueiro” da Manutenção Militar de Lisboa (1855-1900)

Excerto:
Fundada em 1897, a Manutenção Militar de Lisboa foi um complexo fabril do Exército Português destinado à produção de bens alimentares para abastecimento dos militares, cujo projeto reuniu as ambições da instituição militar e dos poderes públicos: onde a primeira viu uma forma de assegurar as necessidades de autossuficiência do Exército, emancipando a sua alimentação das malhas da indústria particular, o Estado viu uma oportunidade de ter a sua própria indústria de moagem.
A sua instalação definitiva, que só se concretizaria passada uma década sobre a sua conceção, ficou a dever-se ao capitão de engenharia Joaquim Renato Baptista, cuja importância enquanto especialista em assuntos relacionados com a alimentação dos Exércitos está ainda por reconhecer. No seu plano de obras encontramos refletido o seu conhecimento acumulado sobre esta matéria, adquirido sobretudo através das suas viagens de estudo pela Europa, cujos estabelecimentos congéneres constituíram modelos para a conceção do projeto da Manutenção Militar portuguesa.

Sobre o livro:
Este livro de contributos vários percorre século e meio de ideias e autores, por via de uma aproximação biográfica, metodologia comum a todos os colaboradores, em que é possível termos assim uma medida interessante dos temas e desafios que condicionaram a implantação da modernidade científica (e técnica) em Portugal.

Mais informações sobre o livro

 

Outras Publicações

CONTACTOS

Instituto de História Contemporânea
NOVA FCSH
Av. Berna, 26 C 1069-061 LISBOA
Tel.: +351 21 7908300 ext. 1545
Email: ihc@fcsh.unl.pt

HORÁRIO

Segunda a Sexta-Feira
10.00h - 13.00h / 14.00h - 18.00h

Pesquisa

Share This
X