julho, 2024

05julTodo o dia06Espanha RenovadaCongresso Internacional(Todo o dia) NOVA FCSH, Colégio Almada Negreiros, Sala 217, Campus de Campolide da NOVA — 1099-085 LisboaTipologia do Evento:Congresso,Open calls

Imagem ilustrativa do congresso internacional “Espanha Renovada: Pós-Franquismo, Transacções e Democracia (1976-1986)”.

Ver mais

Detalhes do Evento

Congresso internacional que visa analisar, numa perspectiva multidisciplinar, transnacional e comparada, a história de Espanha entre 1976 a 1986. Prazo: 31 Março 2024

 

Espanha Renovada:
Pós-Franquismo, Transacções e Democracia (1976-1986)

 

No contexto de um processo de mudança social que se opera na Espanha dos anos 1960 e 70, marcado pelo mais intenso ciclo de contestação política que o país viveu desde a implantação da ditadura, a morte de Franco colocou o regime sob pressão. O subsequente processo de transformação política, mas também social, económica e cultural, a chamada transição, acabou por ser configurado enquanto modelo ideal de passagem de uma ditadura para uma situação democrática. Desde então, têm sido revistos determinados aspectos como a cronologia utilizada ou os agentes enfatizados, problematizando o seu carácter modelar perante a história pública e a memória cidadã. De facto, é difícil estabelecer um momento preciso para o início e o fim da transição, uma vez que parece ser um processo que foi activado um ano após a morte do ditador e que se prolongou até depois do golpe fracassado de 1981, para muitos prolongando-se até à estabilização política associada às maiorias socialistas pós-1982, à adesão da Espanha à Comunidade Europeia (1986) e ao arranque da Espanha das Autonomias (1980-83). Outras importantes medidas, como o divórcio, só foram implementadas nessa década. É evidente que a consolidação das instituições e dos valores democráticos e o respeito pelas normas jurídicas internacionais tardaram a chegar. Por esta razão, o período de tempo que é objeto da nossa análise no caso de Espanha vai de 1976 a 1986.

O congresso Espanha Renovada: Pós-Franquismo, Transacções e Democracia (1979-1986) decorrerá em Lisboa, nos dias 5 e 6 de Julho de 2024, e contará com a presença de Pamela Radcliff, como conferencista convidada.

Além disso, apresentar-se-ão papers relevantes neste campo, independentemente da sua abordagem disciplinar. Estes papers terão uma duração máxima de 25 minutos e poderão ser apresentados em português, inglês ou castelhano. As perspectivas interdisciplinares, comparadas e transnacionais são bem-vindas (por exemplo, as análises comparadas com as transições e revoluções no sul da Europa e na América Latina).

As propostas devem ser enviadas antes do dia 31 de Março de 2024 para o endereço congressoespanhalisboa@gmail.com.

Enviar-se-ão num único documento (MS Word) que inclua a seguinte informação: autoria, afiliação institucional, título da proposta, resumo (máximo 250 palavras), 3-5 palavras-chave, breve resumo biográfico (máximo 200 palavras) e informação de contacto (endereço de email e telefone). A selecção das propostas guiar-se-á pelo objectivo de garantir o máximo nível de qualidade, originalidade e diversidade das contribuições.

 

>> 📎 Descarregar a chamada para comunicações (PDF) <<

 

 

Comissão Organizadora:

 

João Miguel Almeida (IHC — NOVA FCSH / IN2PAST / Universidade Aberta)
Manuel Loff (IHC — NOVA FCSH / IN2PAST / Universidade do Porto)
Rita Luís (IHC — NOVA FCSH / IN2PAST)
Rubén Pérez Trujillano (Universidad de Granada)
Carlos Píriz (Universidad de Cádiz)
César Rina (UNED)
Pablo Sánchez León (CHAM — NOVA FCSH)
Arturo Zoffmann Rodríguez (IHC — NOVA FCSH / IN2PAST)

Tempo

julho 5 (Sexta-feira) - 6 (Sábado)

Localização

NOVA FCSH, Colégio Almada Negreiros, Sala 217

Campus de Campolide da NOVA — 1099-085 Lisboa

Organizador

Instituto de História Contemporânea da Universidade NOVA de Lisboa e Universidade de Évora

X