julho, 2020

15jul4:00 pm7:00 pmCensura ontem e hojeEscola de Verão NOVA FCSH4:00 pm - 7:00 pm Tipologia do Evento:Curso

Detalhe do cartaz do curso

Ver mais

Detalhes do Evento

Curso integrado na edição 2020 da Escola de Verão da NOVA FCSH, onde se abordará a problemática da censura — conceitos, debates e dimensões. ONLINE

 

Censura ontem e hoje: de que falamos quando falamos de censura?

 

Docente: Rita Luís

Datas e Horários: 6 a 24 de Julho | segundas, quartas e sextas-feiras — das 16h00 às 19h00; dias 6 e 24 de julho das 16h00 às 18h00

Duração: 25h

Modalidade: online

 

Objectivos:

  1. Abordar a historicidade de conceitos como censura, liberdade de expressão ou politicamente correto.
  2. Familiarização com os debates em torno do conceito censura.
  3. Identificação das dimensões sociais, políticas, económicas e morais historicamente determinantes nas práticas de regulação cultural.

 

Programa resumido:

Historicamente a censura tem sido associada ao papel coercivo do estado, em conjunto com as instituições religiosas, no que diz respeito à circulação de informação, conhecimento e entretenimento. O mundo que surge no pós segunda guerra mundial inscreve como direito fundamental a liberdade de opinião e de expressão (cf. Art. 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos), conferindo-lhe dimensão transnacional, sobrepondo-se, portanto, à legitimidade da soberania do estado-nação nesse controlo. Constituindo-se a liberdade de imprensa como uma das formas de descrição, e avaliação, da relação entre o estado e os meios de comunicação (Cf. o Índice de Liberdade de Imprensa publicado anualmente pelos Repórteres sem fronteiras) e incorporando a censura a tensão entre os limites legais que o estado-nação pode hoje impor e a dimensão global da atual esfera comunicativa, não será sempre claro, ou concetualmente preciso, identificar a segunda como mera antítese da primeira (Darnton, 2014). A censura é sempre, de facto, uma regulação do discurso, mas nem toda a regulação de discurso será efetivamente censura. Basta atentar nos casos de auto-regulação de um campo (Bourdieu, 1998), no qual a exclusão é resultado da rejeição dos pares, nos processos culturais baseados na dinâmica de inclusão/exclusão dos quais resultam a formação de um cânone (musical, literário, artístico) assente maioritariamente na exclusão de sujeitos não pertencentes às categorias dominantes, ou no tipo de controlo social que distingue o que é ou não do âmbito da esfera privada/pública (Muller, 2004), para termos de nos colocar perante a questão: de que falamos quando falamos de censura?

 

🔗 Mais informações e inscrições

 

Cartaz do curso "Censura ontem e hoje" da Escola de Verão da NOVA FCSH 2020

Imagem do cartaz: “Censored” Let’s censor our conversation about the war. LC-USZC2-1588. Fonte: Library of Congress Prints and Photographs Division.

Tempo

(Quarta-feira) 4:00 pm - 7:00 pm

Localização

Link a divulgar aos alunos e alunas

Organizador

X