maio, 2022

07mai6:30 pm8:00 pmQuem Manda?Apresentação do livro6:30 pm - 8:00 pm Largo Dr. Justino Freire, 9 — 2560-636 Torres VedrasTipologia do Evento:Apresentação

Detalhe do convite para a apresentação do livro

Ver mais

Detalhes do Evento

O livro de Fernando Pereira Marques vai ser apresentado por Venerando Aspra de Matos na Biblioteca Municipal de Torres Vedras.

 

Quem Manda?… – Nacional-Salazarismo e Estado Novo
Vol.1

 

 

Convite para a apresentação do livro "Quem Manda?... - Nacional-Salazarismo e Estado Novo", de Fernando Pereira Marques, em Torres Vedras«Quando Salazar, em jovem, já dizia não ser um ‘político’, o que ele repudiava, na realidade, era a democracia, as ideias de pluralismo e de pluralidade, a aceitação dos conflitos como inerentes à complexidade das sociedades abertas e que deveriam ser geridos por instituições legitimadas pelos cidadãos; a institucionalização e a assunção prática de direitos, liberdades e garantias. Esta negação da política como facto social, que foi integrada e consolidada na doutrina nacional-salazarista, no discurso e nas instituições do Estado Novo, introduziu, na memória colectiva portuguesa e na mentalidade de gerações uma desconfiança ainda hoje latente, quando não manifesta hostilidade, a essa categoria ‘nefasta’, ‘suspeita’, ‘viciosa’, ‘corrupta’: os ‘políticos’.»

QUEM VIVE?
PORTUGAL, PORTUGAL, PORTUGAL
QUEM MANDA?
SALAZAR, SALAZAR, SALAZAR

Nos anos áureos do Estado Novo este grito ecoou pelas ruas e praças do país sintetizando a doutrina que então se impusera, designada pelo autor de nacional-salazarismo, e que foi o cimento de um regime que duraria dezenas de anos. Detestando as encenações do poder que envolvessem multidões, orador cerebral e estilista apurado que nada tinha de um tribuno, Salazar foi o chefe que marcou e personalizou toda uma época. Qual o seu projecto de sociedade? Que sistema político construiu para garantir tal inusitada concentração de poder? Qual foi o papel das Forças Armadas e da Igreja? Como conseguiu Salazar sobreviver a alterações drásticas da situação internacional e às mais diversas crises internas?

Este livro, nos seus dois volumes, contribui para responder a estas e a outras questões que não só motivam o trabalho de investigadores como interpelam os portugueses.

 

ENTRADA LIVRE

 

Mais informações sobre o livro

 

Tempo

(Sábado) 6:30 pm - 8:00 pm

Localização

Biblioteca Municipal de Torres Vedras

Largo Dr. Justino Freire, 9 — 2560-636 Torres Vedras

Organizador

Gradiva e Biblioteca Municipal de Torres Vedras

X