abril, 2020

21abr6:00 pm8:00 pm[CANCELADO] Medicina e guerra química em Portugal e EspanhaCiclo de Seminários História da Saúde e da Medicina6:00 pm - 8:00 pm Campus de Campolide da NOVA — 1099-085 LisboaTipologia do Evento:Ciclo,Seminário

Detalhe do Cartaz do quarto ciclo de ciclo de seminários História da Saúde e da Medicina

Ver mais

Detalhes do Evento

[CANCELADO] Quarta e última sessão da quinta edição do ciclo de seminários História da Saúde e da Medicina, organizado por Helena da Silva e Alexandra Marques. Com Francisco Javier Martínez.

 

Este ciclo de seminários pretende ser um espaço de debate historiográfico sobre a História da Saúde e da Medicina, numa perspectiva pluridisciplinar e num contexto espácio-temporal alargado.

Nas diferentes sessões, será apresentada a investigação em curso pelos conferencistas com o intuito de promover o conhecimento e a reflexão na História da Saúde e da Medicina. Diferentes vertentes serão abordadas, quer uma visão científica e prática, quer em termos políticos, sociais e institucionais.

 

PROGRAMA 2020

 

14 de Janeiro
O que eles deixaram no manicómio
Catarina Gomes (jornalista freelancer)

18 de Fevereiro
Ar e Serra. A Secção de Medicina da expedição científica à Serra da Estrela de 1881
Helena Gonçalves Pinto (Universidade Autónoma de Lisboa)

31 de Março
Nascer no Estado Novo: Salazar e as Políticas de Saúde Materno-Infantis
Andreia Almeida (Centro de Estudos Comparatistas — FLUL)

 

21 de Abril
Medicina e guerra química em Portugal e Espanha (1914-1936): semelhanças, diferenças, intersecções
Francisco Javier Martínez (CIDEHUS — Universidade de Évora)

A utilização das armas químicas de forma massiva no decurso da Primeira Guerra Mundial colocou a medicina perante o desafio de conhecer, minimizar e mesmo prevenir um tipo de danos físicos e psicológicos desconhecidos até esse momento. Neste sentido, o interesse dos médicos pela guerra química e pelos seus efeitos não se limitou só àqueles que trabalhavam nos exércitos e na sanidade civil dos países beligerantes, mas também aos de todos aqueles países que viam nos gases a guerra do futuro e, portanto, deviam-se preparar bem para os utilizar. Portugal e Espanha não ficaram à margem destes desenvolvimentos. Neste seminário tentaremos descrever e analisar as semelhanças, as diferenças e as eventuais intersecções que existiram, a propósito dos conhecimentos e das práticas relativas à guerra química, entre os médicos portugueses e espanhóis no período compreendido entre a Primeira Guerra Mundial e a Guerra Civil Espanhola.

 

Cartaz do quinto ciclo de seminários em História da Saúde e Medicina

Imagem: Col. Estúdio Mário Novais I FCG – Biblioteca de Arte e Arquivos

Tempo

(Terça-feira) 6:00 pm - 8:00 pm

Localização

NOVA FCSH, Colégio Almada Negreiros, Sala 306

Campus de Campolide da NOVA — 1099-085 Lisboa

Organizador

Instituto de História Contemporânea — NOVA FCSH e Universidade de Évora

X