julho, 2021

13jul5:00 pm6:30 pmAs esquerdas radicais e o processo revolucionário no Baixo AlentejoSeminar5:00 pm - 6:30 pm NOVA Campolide Campus — 1099-085 LisbonTipologia do Evento:Seminar

Cabeçalho da edição nº 2 do jornal

Ver mais

Detalhes do Evento

Seminar organised by the research group in Global History of Labour and Social Conflicts, about the revolutionary process in Baixo Alentejo after the 25th of April.

 

“As esquerdas radicais e o processo revolucionário no Baixo Alentejo nos pós 25 de Abril de 1974”

Constantino Piçarra (IHC — NOVA FCSH)

 

Em resultado do trabalho político desenvolvido no distrito de Beja na segunda metade da década de 1960, após Abril de 1974 assiste-se nesta região à rápida implantação de diversos grupos marxistas-leninistas que, depois, irão confluir no Partido Comunista Português (Reconstruído), a que se sucede o Movimento da Esquerda Socialista (MES). Os primeiros, com implantação significativa nas oficinas da cidade de Beja e hegemonia na direcção da delegação do concelho de Beja do Sindicato da Construção Civil, disputam ao Partido Comunista Português a liderança do movimento operário e popular da cidade e, juntamente com o MES, batem-se por uma proposta divergente do PCP em matéria de reforma agrária, cuja concretização ensaiam nas cooperativas onde têm influência, respectivamente em Odemira e Albernoa.

 

Imagem: Alentejo Vermelho N.º 2, 15 de Setembro de 1975 (Fonte)

Tempo

(Terça-feira) 5:00 pm - 6:30 pm

Localização

NOVA FCSH, Almada Negreiros College, Room 209

NOVA Campolide Campus — 1099-085 Lisbon

Organizador

Institute of Contemporary History — NOVA School of Social Sciences and Humanitiescomunicacao.ihc@fcsh.unl.pt Avenida de Berna, 26C - 1069-061 Lisbon

X