Mariana Rei

Mestre

Cultura, Identidades e Poder

Contacto:
marianarei@fcsh.unl.pt

Biografia

Investigadora integrada no Instituto de História Contemporânea (IHC – NOVA FCSH), frequentando o Doutoramento em Antropologia – Especialização em Poder, Resistência e Movimentos Sociais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA FCSH). É Mestre em Antropologia – Especialização em Culturas Visuais (2015, NOVA FCSH) e licenciada em Design (2006, Universidade de Aveiro).

Tem desenvolvido pesquisa no campo da antropologia económica, mais especificamente sobre os modos de vida e memórias do trabalho e das migrações de antigas operárias e operários têxteis do Vale do Ave. Ao debruçar-se sobre o passado a partir do presente, no quadro dos estudos de memória, mobiliza temáticas e ferramentas metodológicas da antropologia com outras áreas disciplinares, em particular a história, articulando o trabalho de campo antropológico com a história oral e o arquivo. No âmbito do Doutoramento debruça-se sobre a emigração entre Guimarães e Roubaix/Tourcoing – duas (antigas) zonas industriais têxteis no norte português e francês –, no quadro da grande vaga de emigração dos anos 1960-70 em Portugal em direção ao centro europeu. O seu trabalho final de mestrado encontra-se publicado desde Abril de 2016, com o título Do Operário ao Artista. Uma etnografia em contexto Industrial no Vale do Ave. Integra a Rede Iberoamericana Resistência e Memória (RIARM).

Áreas de Investigação

  • Memória
  • Trabalho
  • Migrações
  • Classe operária

Publicações destacadas

  • Rei, Mariana, “Uma «promessa de melhor vida»: desigualdades sociais e aspirações de futuro em Anúncio,” in Alves Redol – Presente e Futuro da Sua Obra (I); Neo-Realismo Português e Realismo no Mundo (II) (cont.), editado por António Mota Redol, José Manuel de Vasconcelos e Paula Godinho, 197-206. Lisboa: Edições Colibri, 2021. [link]
  • Rei, Mariana. “O Trabalho e as Migrações na Envolvente da Companhia de Fiação e Tecidos de Guimarães: Operários, Camponeses e “Vendeiros”,” Trabalhos de Antropologia e Etnologia 60 (2020): 273-289. [PDF]
  • Rei, Mariana. “Memórias do trabalho e das migrações na indústria têxtil (anos 1960-70). O caso da Companhia de Fiação e Tecidos de Guimarães,” Boletim de Trabalhos Históricos VIII (2019): 57-77. [PDF]
  • Rei, Mariana. Do operário ao artista: Uma etnografia em contexto industrial no Vale do Ave. Porto: Le Monde Diplomatique – Edição Portuguesa / Deriva Editores, 2016. [link]

Projectos principais

CONTACTOS

Instituto de História Contemporânea
NOVA FCSH
Av. Berna, 26 C 1069-061 LISBOA
Tel.: +351 21 7908300 ext. 1545
Email: ihc@fcsh.unl.pt

HORÁRIO

Segunda a Sexta-Feira
10.00h - 13.00h / 14.00h - 18.00h

Pesquisa

X