maio, 2019

29mai6:00 pm8:00 pmA paisagem alimentar histórica da cidade de LisboaNovos Estudos e Novos Olhares Sobre a Cidade - 3rd Cycle of Lectures6:00 pm - 8:00 pm Campo Grande, 245 - 1700-091 LisboaTipologia do Evento:Cycle,Lecture

Ver mais

Detalhes do Evento

Fourth session of the third cycle of lectures dedicated to the history of Lisbon, coordinated by Daniel Alves (IHC) and Rosa Maria Fina (CLEPUL), and hosted by the Lisbon Museum. With Mariana Salvador.

 

Novos estudos & Novos olhares sobre a cidade: Lisboa do Terramoto à Revolução de Abril
III Ciclo de Conferências

 

A paisagem alimentar histórica da cidade de Lisboa
Mariana Sanchez Salvador (DINÂMIA’CET – IUL)

 

Uma Paisagem Alimentar pode ser entendida como a materialização, no espaço, das actividades associadas a cada etapa do sistema alimentar: da produção ao processamento de alimentos, da sua distribuição à comercialização, até à sua preparação, consumo e gestão dos resíduos. Nesta concepção, incluir-se-ão tanto os seus aspectos materiais como imateriais, sob a forma de recursos naturais e humanos, infraestruturas, conhecimento e cultura, e que se manifestam a diferentes escalas territoriais e urbanas. Haverá, então, uma variedade de paisagens alimentares tão vasta como a das comunidades que lhes dão origem, diferentes consoantes os contextos geográficos e históricos, e em permanente mutação segundo as dietas praticadas.
Procurar-se-á, aqui, delinear uma Paisagem Alimentar histórica para a cidade de Lisboa, com maior enfoque no início do século XX. Compreender a natureza e a localização dos seus espaços de produção alimentar — hortas, campos, pomares, olivais e vinhas — e a sua ligação com a topografia e a estrutura urbana. Identificar os seus caminhos terrestres e os pontos de distribuição fluvial e perceber o seu impacto na organização da cidade e na sua toponímia. Explorar os seus mercados e lojas e a relação que estes pontos de venda mantinham com os fluxos de produtos alimentares que à cidade chegavam.
Assim, a partir da Carta de Silva Pinto (1904-1911), e recorrendo a outras fontes como descrições literárias, bibliografia e fotografias históricas, serão identificados e descritos estes espaços de produção, distribuição e comercialização de hortícolas, frutícolas e carne. Mais do que um mapeamento exaustivo, contudo, procurar-se-á transmitir a ambiência desta paisagem alimentar histórica, e estabelecer paralelismos com a realidade contemporânea, pondo este conhecimento histórico ao serviço de um futuro mais sustentável.

 

Sobre a oradora:
Mariana Sanchez Salvador (Lisboa, 1986) é arquitecta e investigadora. Trabalhou no atelier Carrilho da Graça Arquitectos, onde colaborou em numerosos projectos, desde a escala urbana aos equipamentos públicos, reabilitação e intervenções temporárias. A sua investigação foca-se na forma como os espaços que habitamos — da cidade à casa — são transformados pela nossa alimentação, e pelas actividades que lhe estão associadas. É autora de várias publicações nacionais e internacionais, e tem sido convidada para conferências e entrevistas. Recebeu o Prémio Arquiteto Quelhas dos Santos pela melhor Dissertação de Mestrado em Arquitectura (FAUL), recentemente publicada sob o título “Arquitectura e Comensalidade: uma história da casa através das práticas culinárias” (Caleidoscópio, 2016). Está a desenvolver a sua tese de Doutoramento em Estudos Urbanos — sobre a Paisagem Alimentar de Lisboa — na FCSH-UNL e ISCTE-IUL, com o apoio de uma Bolsa de Doutoramento atribuída pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)..

 

Cartaz da conferência "A paisagem alimentar histórica da cidade de Lisboa"

 

ENTRADA LIVRE

Sobre o ciclo:
Não se pode dizer que a investigação académica sobre Lisboa alguma vez tenha passado de moda, afirma-se um contínuo olhar sobre a cidade e descobre-se nela, no seu espaço e nas suas gentes, motivos para novos estudos todos os anos. A perspectiva deste ciclo de conferências é, por isso, a de renovar esse olhar apresentando e discutindo trabalhos, textos, projectos que têm Lisboa como cenário ou Lisboa como actriz. E são estas duas visões que enquadram os estudos que fazem parte deste ciclo de conferências: por um lado, caracterizar a vivência quotidiana, a sociabilidade e as dinâmicas culturais, sociais ou políticas daqueles que viveram ou passaram pela cidade; por outro lado, analisar o seu espaço físico, o seu pulsar urbano, as suas transformações. Estes dois olhares, porém, não os queremos fixos numa determinada época, antes os estendemos num arco de mais de dois séculos, procurando abarcar a História de Lisboa do século XVIII ao século XX. Queremos que sejam também histórias nunca antes contadas sobre Lisboa e os lisboetas, queremos apelar à imaginação dos que vierem assistir e queremos que venham debater connosco cada um dos temas propostos.

Tempo

(Quarta-feira) 6:00 pm - 8:00 pm

Localização

Lisbon Museum - Pimenta Palace

Campo Grande, 245 - 1700-091 Lisboa

Organizador

Institute of Contemporary History - NOVA FCSH, Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, and Lisbon Museum

X