Soraia Simões

Licenciado/a

Biografia

Soraia Simões nasceu em Coimbra (Sé Nova, 1976). Tem 41 anos. É autora do projecto Mural Sonoro, que criou em 2011, dirige a Associação Mural Sonoro desde 2014 e é investigadora integrada do Instituto de História Contemporânea (IHC) da FCSH da Universidade NOVA de Lisboa desde Fevereiro de 2015.

Na última década tem colaborado com vários projectos e edições quer de natureza científica como de cariz cultural (Le Monde Diplomatique, Laboratório de História Contemporânea do IHC, RTP, portal O Fado&Outras Músicas do Mundo, Esquerda.Net, portal Rua de Baixo, a extinta Revista Rubra, o Festival Escrita na Paisagem’12, o Museu Nacional da Música, o portal Buala, o periódico La Rázon, o suplemento/revista do Jornal do Algarve, o Festival BONS SONS’15, etc) com artigos diversos na área musical e na coordenação ou condução de programações culturais e musicais.
Publicou as obras Passado–Presente. Uma Viagem ao Universo de Paulo de Carvalho(Lisboa: Chiado Editora, 2012) e RAPublicar – a micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 – 1996 (Lisboa: Caleidoscópio, 2017). Foi distinguida com o prémio Megafone/Sociedade Portuguesa de Autores, em 2014 na Categoria Missão. Coordenou o projecto RAPortugal 1986 – 1999 que contou com os apoios pontuais da Direcção Geral das Artes em 2015.
Tem sido convidada como conferencista por vários institutos de investigação e integrado comissões organizadoras e científicas (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, CHAM – NOVA FCSH; UAç, CES/UC, IHA – NOVA FCSH, IGOT, IHC – NOVA FCSH, entre outros).

É membro do Caravelas – Núcleo de Estudos de História da Música Luso-Brasileira (CESEM).

O seu estudo e trabalhos incidem na cultura popular e movimentos transnacionais, nas práticas musicais em contextos migratórios e de revolução política ou ideológica e nos arquivos digitais sonoros. Interessou-se, começando a publicar sobre o tema no ano 2017 e numa perspectiva comparada (entre o período histórico que investiga e a actualidade), durante a sua investigação sobre o início do rap em Portugal, pelo modo como as mulheres foram/se representaram em práticas musicais onde existiu uma masculinização dos distintos sectores de produção e uma diferenciação das práticas em universos culturais onde os homens continuam a ser maioritários.

É a consultora musical do projecto que faz parte dos conteúdos especiais da RTP Extrema-Esquerda: Porque não Fizemos a Revolução?. Tem no prelo (2019) o filme documental A Guitarra de Coimbra, da sua autoria, realizado por José Ricardo Pinto em fase de produção para a RTP2.

Tem cedido dezenas de entrevistas acerca das suas investigações, a grande maioria pode ser encontrada nos arquivos das respectivas edições on-line: Antena 1 (programa Ponto de Partida de Eduarda Maio, programa de Ana Sofia Carvalheda, programa Os Dias do Futuro de Edgar Canelas), Antena 3 (programas: Domínio Público, portal Oub’lá, As Manhãs da 3 ou Prova Oral), Antena 2, Canal Q (É a vida Alvim), RDP Internacional (conversas com Germano Campos), RTP2 (Página 2, Jornal 2), Jornal de Letras, Jornal Público, Diário de Notícias, Lusa, SIC Internacional (Etnias), RTP África (Rumos), Rádio Renascença, RTP 1 (Há Tarde, com Herman José), RUC ( Santos da Casa), RTP online, podcasts e blogues vários (Brandos Costumes de Pedro Paulos, Vidas&Obras de Pedro Marques, Portugal Rebelde, InfoCul, Schiffter, Blogue FCSH NOVA, FCSH + NOVA), entre tantos outros.

Áreas de Investigação

  • Práticas musicais e música popular
  • História Oral
  • Organologia e instrumentos tradicionais
  • Cultura popular e movimentos transnacionais
  • Arquivos digitais
  • Indústria fonógrafica e sociedade

Publicações destacadas

  • Simões, Soraia. RAPublicar. A micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986-1996. Casal de Cambra: Caleidoscópio, 2017.
  • Simões, Soraia. Passado-Presente. Uma Viagem ao Universo de Paulo de Carvalho. Lisboa: Chiado Editora, 2012. [link]

Projectos principais

  • Coordenadora do projecto “Mural Sonoro”.
  • Coordenadora do projecto “RAPortugal 1986-1999” — Financiado pela Direção-Geral das Artes. [link]
  • Coordenadora do programa “Conversa ao Correr das Músicas” — Apoiado pelo Museu Nacional da Música e o Doc Film Shop. [link]
  • Consultora no projecto “Extrema-Esquerda – Porque Não Fizemos a Revolução?” — Financiado pela RTP. [link]

CONTACTOS

Instituto de História Contemporânea Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade NOVA de Lisboa   //   Av. Berna, 26 C 1069-061 LISBOA   //   Tel.: +351 21 7908300 ext. 1545   //   Email: ihc@fcsh.unl.pt

HORÁRIO

2.ª a 6.ª feira 10.00h - 13.00h // 14.00h - 18.00h

Pesquisa

Share This
X