Cronologia

1903-03

Greve geral em Coimbra.

1907

A indústria portuguesa tem menos de 100 000 operários, incluindo mulheres e menores de 16 anos.

1907-03-11

O Governo é autorizado a explorar por conta própria o porto de Lisboa, entregando a gerência dos respectivos serviços a um Conselho de Administração sob a autoridade imediata do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria.

1907-04-16

É criada a Academia das Ciências de Portugal, instituição científica cuja constituição foi promovida por republicanos.

1908

Tem início a construção da Central da Junqueira, a qual fornecerá electricidade a Lisboa durante cerca de 10 anos.

1908

No Porto, entra em funcionamento a Central do Ouro para a iluminação da cidade.

1908-02-01

O rei D. Carlos e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe são assassinados D. Manuel II sobe ao trono.

1908-08-22

É inaugurada a actividade da Academia de Ciências de Portugal.

1908-11-28

Assinatura do contrato entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Sociedade Companhias Reunidas Gás e Electricidade para abastecimento e iluminação da cidade.

1908-11-30

Portugal assina um tratado de comércio e navegação com o Império Alemão.

1910

A indústria portuguesa consume 111 000 cavalos vapor de energia, destes apenas 5700 são provenientes da electricidade.

1910-02-16

Entra em funcionamento a primeira estação radiotelegráfica portuguesa, na Casa da Balança.

1910-10-05

Proclamação da República. Teófilo Braga preside ao primeiro Governo Provisório.

1910-10-08

Expulsão passagem compulsiva dos seus membros de ordens religiosas à vida secular.

1910-10-08

Extinção da casa militar do rei, dos títulos honoríficos de alguns corpos de tropas e do uso de coroas nos artigos de uniforme.

1910-10-12

Extinção das guardas municipais de Lisboa e Porto e criação provisória, em Lisboa e Porto, da Guarda Republicana.

1910-10-13

Inscrição da palavra "República" nos selos e todas as franquias em circulação.

1910-10-15

Abolição dos títulos nobiliárquicos, distinções honoríficas ou direitos de nobreza e antigas ordens nobiliárquicas.

1910-10-26

Proibição do emprego de menores de dezasseis anos como operários junto de máquinas contínuas de fabrico de papel e de moldar telhas e ladrilhos, calandras e máquinas afins.

1910-11-03

É nomeada uma comissão com o fim de estudar e propor ao Governo um plano geral de reorganização dos estudos.

1910-11-03

Lei do Divórcio

1910-11-05

Primeira greve da República. Ferroviários da linha da Póvoa.

1910-11-12

Lei do inquilinato.

1910-11-18

É lançado ao mar nova embarcação de guerra portuguesa: a canhoteira 'Ibo'.