Cronologia

1915-06-05

Proibição da exportação de certos géneros e matérias primas.

1915-06-13

Eleições gerais. Vitória do Partido Democrático.

1915-09-01

Lei n.º 372, que consigna a obrigatoriedade de elaborar dois orçamentos: um ordinário e outro extraordinário de guerra.

1915-10-07

Partida de tropas para Moçambique.

1915-10-26

Greve dos operários de Setúbal e Palmela contra a carestia de vida.

1915-11-10

O Estado toma posse da Fábrica de Adubos e Produtos Químicos da Póvoa de Santa Iria.

1915-11-11

Greve dos funcionários do porto de Lisboa.

1915-12-04

Proibição da livre exportação de volfrâmio.

1915-12-30

Governo inglês sonda possibilidade de requisição dos navios alemães surtos em portos portugueses.

1915-12-31

Frota mercante nacional: 91 859 toneladas brutas. 471 embarcações.

1916

Oliveira Salazar publica Questão Cerealífera e Ágio do Ouro.

1916-01-12

Apresentação do Orçamento Geral de Estado. Défice de 3 165 769$29.

1916-01-29

Lisboa. Distúrbios em Campo de Ourique e Alcântara por causa da carestia de vida.

1916-01-30

Golegã. Greve dos trabalhadores rurais.

1916-01-30

Assaltos a mercearias, por todo o País.

1916-02-07

Requisição de todos os meios de transportes indispensáveis à economia nacional.Aprovação da lei das subsistências.

1916-02-15

Vila Nova de Gaia. Assaltos a estabelecimentos.

1916-02-16

O Governo britânico solicita a intervenção de Portugal na Grande Guerra.

1916-02-23

Requisição dos navios alemães surtos em águas portuguesas.

1916-03-09

A Alemanha declara guerra a Portugal.

1916-03-12

Lei de mobilização das indústrias.

1916-03-13

Governo "União Sagrada" (democráticos e evolucionistas).

1916-03-27

Paris. Primeira reunião dos Aliados, Portugal participa.

1916-03-28

Lei sobre censura preventiva.

1916-04

Criação da Junta Central Integralista, presidida por Adriano Xavier Cordeiro.