Cronologia

1913-11-17

Promulgação do "Decreto da Porta Aberta”, organizando a passagem de mercadorias estrangeiras em Angola.

1913-11-22

São abolidas as missões religiosas coloniais.

1914

Início das obras da Central Tejo.

1914-01-07

Proposta de criação, na Câmara dos Deputados, de uma “Junta Pedagógica Nacional”.

1914-01-14

Orçamento para o ano de 1914/1915. Superavit de 3 392 764$72.

1914-01-24

O Presidente da República Manuel de Arriaga, advoga a formação de um Governo extra-partidário, na sequência de um conflito entre o Executivo, presidido por Afonso Costa e o Senado.

1914-02-17

Bolsa de Trabalho de Lisboa.

1914-03-01

Abertura da linha de eléctricos Camões-Estrela, em Lisboa.

1914-03-03

Constituição do Centro Nacional de Aviação.

1914-03-15

15/17. Congresso operário em Tomar; criação da União Operária Nacional.

1914-03-15

15 a 17 de Março. Congresso operário em Tomar; criação da União Operária Nacional.

1914-03-23

Festa da Árvore, organizada pelo diário O Século.

1914-04-08

Publicação da revista Nação Portuguesa, que virá a tornar-se o órgão teórico do Integralismo Lusitano.

1914-05-01

Inauguração da linha de eléctricos da Avenida Almirante Reis, em Lisboa.

1914-05-14

Criação da Escola Aeronáutica Militar, que engloba os serviços de aviação e aerostação.

1914-05-16

Figueira da Foz. Congresso do Partido Republicano Português.

1914-06-28

Assassinato do arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do trono da Áustria-Hungria.

1914-06-30

As contas de gerência de 1913-1914, encerram com superavit.

1914-06-30

É criada a «Junta autónoma das obras do porto de Viana do Castelo e do rio Lima».

1914-07-01

Dívida pública nacional: 641 517 contos.

1914-07-07

Reorganização do Ensino Industrial.

1914-07-23

Ultimatum da Áustria-Hungria à Sérvia.

1914-07-27

Proposta de Edward Grey para resolver a crise balcânica. A Sérvia apela à intervenção da Rússia.

1914-07-28

A Áustria declara guerra à Sérvia.