Lisboa. Construção da Central de Santos.
Lisboa. Construção da Central de Santos.
Adolfo Ferreira de Loureiro foi encarregado do estudo da realidade portuária nacional. O Governo pretendia conhecer-se, de modo tão completo quanto possível, as condições de todos os portos marítimos e fluviais existentes no País e nas ilhas adjacentes, Açores e Madeira, bem como as suas debilidades e potencialidades. Considerou-se igualmente essencial identificar e analisar as condições técnicas e económicas de cada porto, e as obras e melhoramentos em curso, concluídos, planeados ou necessários.
Adolfo Ferreira de Loureiro foi encarregado do estudo da realidade portuária nacional. O Governo pretendia conhecer-se, de modo tão completo quanto possível, as condições de todos os portos marítimos e fluviais existentes no País e nas ilhas adjacentes, Açores e Madeira, bem como as suas debilidades e potencialidades. Considerou-se igualmente essencial identificar e analisar as condições técnicas e económicas de cada porto, e as obras e melhoramentos em curso, concluídos, planeados ou necessários.
Construção da Gare da Estação de S. Bento, no Porto.
Construção da Gare da Estação de S. Bento, no Porto.
O Governo é autorizado a explorar por conta própria o porto de Lisboa, entregando a gerência dos respectivos serviços a um Conselho de Administração sob a autoridade imediata do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria.
O Governo é autorizado a explorar por conta própria o porto de Lisboa, entregando a gerência dos respectivos serviços a um Conselho de Administração sob a autoridade imediata do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria.
Tem início a construção da Central da Junqueira, a qual fornecerá electricidade a Lisboa durante cerca de 10 anos.
No Porto, entra em funcionamento a Central do Ouro para a iluminação da cidade.