Biografias // TORRES, Óscar Monteiro (1889-1917)

TORRES, Óscar Monteiro (1889-1917)
Oficial de Exército e aviador

Nasceu em Luanda a 26 de Março de 1889 e morreu em França, a 20 de Novembro de 1917. Aluno do Colégio Militar prosseguiu os estudos na Escola Politécnica de Lisboa e na Escola do Exército, tornando-se, em 1909, oficial de Cavalaria. Partiu para Angola onde serviu sob o comando de Norton de Matos e depois regressou à metrópole.

Partidário de uma intervenção portuguesa na frente europeia da Grande Guerra, em 1915 na sequência do Movimento das Espadas, ocorrido em Janeiro, de pendor oposto, exilou-se em Inglaterra oferecendo-se para combater nas tropas expedicionárias britânicas que estavam em França, tendo sido considerado desertor no nosso País. A deposição do general Pimenta de Castro, a 14 de Maio daquele ano, permitiu-lhe regressar a Portugal e sendo o novo Governo favorável a uma participação nacional mais activa na guerra ajudou Norton de Matos, ministro da Guerra, a preparar a intervenção do Exército.

É então que Monteiro Torres ofereceu-se para integrar a aviação que se procurava constituir no nosso País, partindo novamente para Inglaterra, desta vez para tirar o curso de piloto. Depois da sua formação, que passou também por França, participa na organização da nossa Escola de Aviação, em Vila Nova da Rainha. Porém, Portugal não recebe de imediato os aviões e a ansiedade em voar e combater levaram, com a devida autorização, Monteiro Torres a seguir para França e integrar uma esquadrilha deste país, pela qual combate até ser abatido nos céus de Laon.