Biografias // BAPTISTA, António Maria (1866-1920)

BAPTISTA, António Maria (1866-1920)
Ministro da Guerra e Presidente do Ministério

Nasceu em Beja a 5 de Janeiro de 1866 e morreu a 6 de Junho de 1920. Assentou praça em 1879. Enquanto oficial do Exército participou activamente nos acontecimentos político-militares do fim do século XIX, princípios do século XX.

Tomou parte na expedição de 1895 que combateu Gungunhana em Moçambique. Na metrópole esteve envolvido no movimento de 14 de Maio de 1915 e no ano seguinte foi incumbido de, na Covilhã, fazer seguir para Tancos dois batalhões sublevados de Infantaria 21 que se opunham ao seu envio para França (Abril) e de, em Abrantes, subjugar as tropas revoltadas sob a chefia de Machado dos Santos (Dezembro). Depois, integrou o CEP, onde comandou uma brigada e em Janeiro de 1919 comandou uma coluna que combateu a insurreição monárquica de Monsanto. Foi após essa acção que fez a sua primeira incursão na política ocupando a pasta da Guerra, em 2 de Abril de 1919, no Governo presidido por Domingos Pereira, onde, em diversas ocasiões, dirigiu a repressão de greves. Foi precisamente, no momento em que ocorreu uma greve dos funcionários públicos que foi chamado a chefiar o Governo, em 8 de Março de 1920, mas a sua morte súbita, após uma reunião do Conselho de Ministros, fez com que estivesse apenas cerca de três meses no lugar.