Biografias // CABRAL, José Curry da Câmara (1844-1920)

CABRAL, José Curry da Câmara (1844-1920)
Médico cirurgião

Nasceu na Horta a 4 de Maio de 1844 e faleceu em Lisboa em 1920. Residiu quase toda a vida em Lisboa, onde se matriculou na respectiva Escola Médico-Cirúrgica em 1864, tendo defendido a sua teses inaugural a 23 de Julho de 1869. Passou a exercer medicina no Hospital Real de S. José e Anexos, exercendo as funções de cirurgião do Banco de Urgências e, a partir de 1874, de cirurgião extraordinário. Em 1885 foi nomeado director da Enfermaria, chegando em 1900 ao cargo de enfermeiro-mor, tendo-o desempenhado até 1910. Como enfermeiro-mor reformou o sistema administrativo daquele hospital, levando à aprovação de um novo regulamento para os internamentos, que vigorou em todos os hospitais portugueses desde 1901. Para além do seu trabalho no Hospital de São José, foi ainda cirurgião-mor de enfermaria nos hospitais de Santa Quitéria e D. Estefânia.

Entretanto iniciou carreira académica, sendo nomeado por decreto de 11 de Dezembro de 1873, após concurso, preparador e conservador do Museu de Anatomia da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa. Exerceu aquele cargo até 10 de Fevereiro de 1876, data em que foi nomeado lente substituto da secção cirúrgica daquela Escola, ingressando assim na respectiva docência. Como docente da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa foi promovido a lente proprietário da secção cirúrgica por Decreto de 8 de Novembro de 1876, sendo-lhe confiada a regência da cadeira de Anatomia Patológica. Pediu depois transferência da sua cadeira para a de Medicina Operatória, o que obteve de imediato.

A sua fama como cientista e como professor de ciências médicas levou a que fosse de feito membro de várias associações científicas, nacionais e estrangeiras, entre as quais da Societé d'Hygiene de Paris, e eleito sócio correspondente da Academia Real das Ciências de Lisboa. Entre 1898 e 1900 foi presidente da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa. Exerceu também as funções de vogal do Conselho Superior de Instrução Pública. No campo da actividade sócio-profissional foi vice-presidente da comissão de propaganda da Assistência Nacional aos Tuberculosos, presidente da subcomissão de divulgação, e vogal do conselho central da mesma Sociedade. Foi também vogal do Conselho Superior de Higiene. Foi o principal impulsionador da instalação em Lisboa de um hospital para tuberculosos e outros pacientes de doenças infecto-contagiosas. Aquele hospital, ainda hoje conhecido popularmente como Hospital do Rego, foi erguido no local onde assentou o Convento das Convertidas de Nossa Senhora do Rosário, de religiosas franciscanas, fundado depois de 1768. Inaugurado em 1906, por obra do Governo de Hintze Ribeiro, com o nome de Hospital do Rego, aquela instituição deu origem ao actual Hospital Curry Cabral, assim denominado, no ano de 1929, em homenagem ao Professor José Curry da Câmara Cabral.