Biografias // D. Manuel II (1889-1932)

D. Manuel II (1889-1932)
Rei

Nasceu em Lisboa a 19 de Março de 1889 e faleceu em Twickenham, na Inglaterra, a 2 de Julho de 1932. Segundo filho do Rei D. Carlos e da Rainha D. Amélia ascendeu ao trono após o assassinato do seu pai e do seu irmão, o príncipe herdeiro D. Luís Filipe.

Tendo em conta a conflituosa situação política, económica e social do País procurou constituir um "ministério de acalmação". Contudo, a acesa disputa entre monárquicos e republicanos e a influência cada vez maior destes últimos na sociedade e na vida pública acabaram por conduzir à proclamação da República e à deposição de D. Manuel. Da praia da Ericeira, acompanhado da restante família real, partiu para o exílio na Grã-Bretanha, onde se casou, em 4 de Setembro de 1913, com a princesa alemã Augusta Vitória e fixou residência em Twickenham. Aí se dedicou à música e literatura, reunindo na sua biblioteca valiosos livros antigos e escrevendo uma obra sobre este assunto.

Quando rebentou a Grande Guerra aconselhou os seus partidários a apoiarem a causa Aliada e alistou-se na Cruz Vermelha. Morreu, de forma repentina, devido a um edema da glote. Os seus restos mortais foram transportados para Portugal, em 1932, onde foram sepultados no panteão de S. Vicente de Fora.