Revista Historia Critica
Deadline for Abstracts: February 20, 2015.
Email for abstracts and articles: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Coordinator: Diana Bonnet Vélez
Academic Referees: articles will be submitted to evaluation by a scientific Committee (http://historiacritica.uniandes.edu.co/)


Um olhar histórico, teórico e historiográfico sobre a fronteira

Historia Crítica, publicação do Departamento de História da Universidad de los Andes (Bogotá, Colômbia), anuncia que receberá artigos para o dossiê “Um olhar histórico, teórico e historiográfico sobre a fronteira”, coordenado pela professora Diana Bonnet Vélez, entre os dias 13 Janeiro e 20 de fevereiro de 2015.

O conceito “fronteira” evoca diferentes usos associados a temas e problemas de interesse para as Ciências Sociais. Os “cruzafronteras” e os “wetbacks” são dois exemplos cotidianos. Não foram poucas as vezes que o conceito “zonas de fronteira” foi associado à anomia, ao narcotráfico, às redes e ao tráfico de pessoas, assuntos relacionados à ilegalidade, mas a noção de fronteira, em estudos culturais, é associada permanentemente a processos de inovação, adaptação e renovação cultural, por assim dizer.

Da Geografia, da História e da Antropologia, os estudos sobre a “fronteira” nos levam a examinar de modo interdisciplinar o território, as fluidas condições do espaço social e as estratégias geopolíticas dos governos; dos estudos regionais, abre caminho às análises que diferenciam a fronteira urbana e os espaços rurais. Para os economistas, a fronteira é o eixo de intercâmbio, de contrabando e de todo tipo de movimentos monetários. A fronteira marca relevantes elementos para compreender, a partir dos estudos sociológicos e da Antropologia da alteridade, a diferença e a alternatividade.

Ao se considerar a multiplicidade de possibilidades de análise —sobre as propostas teóricas que suscitam paralelamente aos trabalhos históricos e historiográficos que se derivem dessa categoria—, o dossiê Um olhar histórico, teórico e historiográfico sobre a Fronteira tem como objetivo reunir trabalhos que ofereçam um renovado olhar sobre esse tema, dirigidos a todos os interessados na História e nas Ciências.

Os originais submetidos à consideração deverão ser apresentados no formato Word para Windows e estar ajustados às normas da revista. Extensão máxima de 11 mil palavras (18 a 22 páginas, aproximadamente), letra Times New Roman 12, entrelinhas simples, tamanho carta, com margens iguais de 3 cm. Na primeira página se inclui um resumo de no máximo cem palavras; os dados do autor são apresentados em um arquivo diferente. Para a elaboração das referências nas notas de rodapé e na bibliografia, deve-se seguir a adaptação do Chicago manual of style utilizado pela revista. As normas de apresentação de manuscritos podem ser consultadas de maneira detalhada em: http://historiacritica.uniandes.edu.co/

Durante o período do edital, seus manuscritos poderão ser enviados por meio de um link disponível na página eletrônica da revista (http://historiacritica.uniandes.edu.co/) ou enviados ao e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Todos os artigos passarão por um processo de avaliação: em primeira instância, o Comitê da revista verificará se o artigo cumpre com os requisitos básicos exigidos bem como sua pertinência para ser incluído em uma publicação de caráter histórico. Em seguida, será submetido à avaliação de dois acadêmicos e ao conceito do Comitê Editorial. O resultado será comunicado ao autor em um período inferior a seis meses a partir do fechamento do edital. Os artigos enviados à Historia Crítica para serem avaliados não podem estar simultaneamente em um processo de avaliação em outra publicação.