IHC integra rede internacional de estudo de conflitos

O IHC, por via da investigadora Ana Paula Pires e de vários investigadores do Grupo de Investigação em Economia, Sociedade Património e Inovação, integrou-se em Outubro na Rede Transnacional de Estudos Culturais sobre Conflitos e Identidades (TCSNCI), com sede no Departamento de História Contemporânea da Universidade de Sevilha.

Ana Paula Pires foi convidada a integrar a TCSNCI devido ao trabalho que tem vindo a desenvolver no âmbito dos estudos da I Guerra Mundial. A ela, associaram-se também outros investigadores do IHC que têm vindo a trabalhar esta temática, nomeadamente Helena da Silva, Sérgio Rezendes, Teresa Nunes, Ivo Veiga, entre outros.

O objectivo desta rede é servir de “confluência de especialistas com uma trajectória reconhecida no estudo da problemática bélica e a geração de identidades colectivas desde diferentes pontos de vista teóricos e metodológicos”, pode ler-se no sítio web oficial. A rede é coordenada por Carolina García Sanz (Universidade de Sevilha) e María Inés Tato (Universidade de Buenos Aires) e a ela estão associados alguns dos principais especialistas em estudos da I Guerra Mundial no mundo Ibero-americano.