Linhas Investigação // Globalização, Integração Europeia e Potências Emergentes

  • Coordenação:
    José Maria Brandão de Brito e Alice Cunha
  • Apresentação:

    Em termos gerais, o estudo da globalização, da integração europeia e, em menor grau, das potências emergentes, tem sido algo negligenciado pelos historiadores portugueses ao longo dos anos. A fim de preencher essa lacuna de pesquisa, o Instituto de História Contemporânea (IHC) cria uma nova e desafiadora linha de investigação intitulada “Globalização, Integração Europeia e Potências Emergentes”. Como o próprio nome sugere, haverá três grandes sub-áreas temáticas: a globalização, a integração europeia e o surgimento de novos países emergentes.

    O estudo da Globalização irá incorporar mas não está limitado à análise de questões globais, como a dicotomia entre o desenvolvimento económico e a exploração, a glocalização, o ambiente, a superação de barreiras, a cidadania transnacional, o papel de novos atores como as corporações multinacionais ou os fundos, as migrações livres e forçadas, as transferências tecnológicas, o acesso mais rápido e mais amplo à informação, o “networking” e relações económicas e sociais.

    No campo dos assuntos europeus, abordar-se-á, entre outros assuntos, a história da integração europeia; as políticas comuns, a governança europeia e o sistema multi-nível, a reforma institucional, a mobilidade intra-europeia, as mudanças constitucionais e legais na transformação da Europa, a Europa como uma construção cristã, a mudança de identidades, a crise europeia como uma especificidade regional, os futuros alargamentos e os diversos processos de integração, nomeadamente da Turquia, dos Balcãs e da Ucrânia); a Europa das artes, e a europeização ou o impacto da Europa nos Estados-Membros e no mundo.

    Quanto às potências emergentes, esta área temática reunirá investigação que incida sobre a ascensão dos novos países emergentes, que têm mudado o curso recente da História Contemporânea.
    Embora formalmente divididas, estas sub-áreas devem convergir e cruzar-se tantas vezes 

    quanto possível e desejável. 

  • Objectivos:

    A linha de investigação “Globalização, Integração Europeia e Potências Emergentes” tem definidos alguns objetivos principais, que prevê alcançar, desenvolver e consolidar durante 2015-2020. Além do desenvolvimento de investigações originais, de forma permanente e sistemática, todas as atividades serão focadas em alcançar padrões internacionais de produção científica, nomeadamente através da publicação em revistas científicas de referência. Em todos os momentos, esta linha de investigação pretende colaborar estreitamente com as atividades do IHC e sua investigação, e também com outras instituições com objectivos semelhantes, tanto nacionais como internacionais.

  • Parcerias:

    Centro Europe Direct de Ponte de Lima

  • Principais Actividades:

    Actividades principais 2014/15

     

    Organização de conferências:

    -        II Encontro Anual A Europa no Mundo – “A Europa entre guerras (1919-1939)”, 3-4 de Abril de 2014

    -        XXIII Curso de Verão do IHC – “1989: o ano em que acabou a guerra fria?”, 19-20 de Setembro de 2014

    -        XXXIV Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social (APHES), 14-15 de Novembro de 2014

    -        Schengen: Pessoas, fronteiras e mobilidades, 15 e 16 de Junho de 2015

    Participação em conferências:

    -        Abstentionnisme, euroscepticisme et anti-européisme dans les élections européennes de 1979 à nos jours, Strasbourg (15-16 de Maio de 2014)

    -        7th Pan-European Conference on the European Union, The Hague (5-7 de Junho de 2014)

    -        Peoples and Borders. Seventy years of movement of persons in Europe, to Europe, from Europe (1945-2015), University of Padova (6-8 de Novembro de 2014)

    Participação em projectos:

    -        Projecto Uma Nova Narrativa para a Europa, promovido pela Representação da Comissão Europeia em Portugal e pelo Centro de Informação Europeia Jacques Delors, DGAE, Ministério dos Negócios Estrangeiros (desde Outubro de 2014) - http://ec.europa.eu/debate-future-europe/new-narrative/

    -        Projecto PADEMIA – Erasmus Academic Network on Parliamentary Democracy in Europe, TEPSA (desde Junho de 2014) - http://www.pademia.eu/

    Algumas publicações:

    -        Cunha, Alice, Santos, Aurora Almada e Santos, Yvette (coord.), Portugal e as Organizações Internacionais: Comportamentos, Mensagens e Impactos, Lisboa, Observatório Político, 2014 [Coleção de Estudos Políticos]

    -        Cunha, Alice, “ʻThis time itʼs differentʼ?: European Parliament Elections in Portugal”, in Representative Democracy and Political Participation Towards a European Transnational Party System, Associazione Universitaria di Studi Europei, Università degli Studi di Padova, 2014 (no prelo)

    -        Cunha, Alice, “Mediterranean Europe and the Portuguese Accession Negotiations to the European Economic Community”, Officina della Storia, n.º 11, 2014

    -        Cunha, Alice and Magone, José, The Iberian Presidencies of the European Union: Between Ambition and the Constraints of Reality, International Journal of Iberian Studies, 2015 (publicação esperada para 2015)

    -        Rollo, Maria Fernanda, Cunha, Alice and Darnis, Jean-Pierre, Democratic Transition, European Economic Community Accession and Southern Europe, Cahiers de la Méditerranée, Special Issue 2015 (publicação esperada para Junho de 2015)

    -        Valente, Isabel Maria de Freitas e Cunha, Alice, “O Voto Jovem e as Eleições para o Parlamento Europeu”, Debater a Europa, n.º 11, 2014, pp. 65-81

    Exposições:

    Comissariado da exposição Portugal e a Europa em Cartoons, em parceria com o Gabinete de Informação do Parlamento Europeu em Portugal e do Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem da Câmara Municipal da Amadora, inaugurada a 27 de Junho de 2014, na FCSH