Cursos de Verão // 250º ANIVERSÁRIO DO TERRAMOTO DE 1755. História e Ciência da Catástrofe

XV CURSO DE VERÃO
Coordenação: Maria Fernanda Rollo, Ana Isabel Buescu e Pedro Cardim
Local: Auditório do Museu Nacional de arte Antiga, Auditório da Reitoria da UNL
Data: 21 a 24 de Setembro de 2005
O XV Curso de Verão do IHC, preparado para 21 a 24 de Setembro de 2005, é dedicado à comemoração do 250.º Aniversário do Terramoto de 1755 tendo como título História e Ciência da Catástrofe e a coordenação de Maria Fernanda Rollo, Ana Isabel Buescu e Pedro Cardim.
O programa do curso aborda o tema de forma ampla e pluridisciplinar. Para além do horror das mortes e das destruições, o terramoto de 1755 foi a causa e a razão para a modernização urbanística e arquitectónica de Lisboa, mas também um catalizador para a renovação das controvérsias filosóficas que atravessavam a Europa das Luzes. 
O XV Curso de Verão tratará das diferentes vertentes do terramoto: da História, da Geologia, do Urbanismo, da Filosofia, da actualidade dessas questões.
O Curso História e Ciência da Catástrofe conta com o patrocínio da Reitoria da UNL e o apoio da APH e realizar-se-á em associação com o Museu Nacional de Arte Antiga. 
A sessão de abertura do curso decorrerá no Museu Nacional de Arte Antiga que aceitou associar-se ao IHC na celebração do 250º do Terramoto de 1755 assumindo a realização da exposição “Tremeu a Terra, Tremeu o Pensamento”.


PROGRAMA

4.ª feira,
21 de Setembro
Auditório do MNAA

14.30
Sessão de Abertura
Presidente do Instituto de História Contemporânea e Directora do Museu Nacional de Arte Antiga

15.00
Conferência Inaugural
LE TREMBLEMENT DE TERRE DE LISBONNE, UN ÉVÉNEMENT MAJEUR DE L’HISTOIRE EUROPÉENNE
Grégory Quenet (Université de Versailles-Saint-Quentin-en-Yvelines)

16.00 debate

16.30 intervalo para café

História e Ciência da Catástrofe

17.00
O GRANDE SISMO DE 1755. OS TESTEMUNHOS PRESENCIAIS E AS DIVERSAS INTERPRETAÇÕES
Maria Luísa Braga (IANTT)

17.45
A NOTÍCIA DO TERRAMOTO NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE ANTIGO REGIME
André Belo (Universidade Charles De Gaulle – Lille 3)

18.30 debate

19.00
Inauguração da Exposição
“TREMEU A TERRA, TREMEU O PENSAMENTO”
seguida de beberete

5.ª feira,
22 de Setembro
Auditório da Reitoria da UNL

10.00
RÉPLICAS EM PAPEL (INFORMAÇÕES E COMENTÁRIOS)
João Luís Lisboa (FCSH-UNL)

10.45 intervalo para café

11.45
NATUREZA E GESTÃO DO RISCO: INTERPRETAÇÕES DO TERRAMOTO NOS TEXTOS PORTUGUESES DA ÉPOCA
Luísa Lima (ISCTE)

12.00 debate

12.30 intervalo para almoço

15.00
DA DESTRUIÇÃO DE LISBOA AO ARRASAMENTO DA BAIXA: O TERRAMOTO URBANÍSTICO DE LISBOA
Raquel Henriques da Silva (FCSH-UNL)

15.45 intervalo para café

16.15
ARQUITECTURA, ARTE, CATÁSTROFE
Paulo Varela Gomes (FCTUC)

17.00 debate
6.ª feira,
23 de Setembro
Auditório da Reitoria da UNL

10.00
PORQUE É QUE HÁ TERRAMOTOS?
António Ribeiro (FCUL)

10.45
O RISCO SÍSMICO
Carlos Sousa Oliveira (IST-UTL)

11.30 intervalo para café

11.45
UM DESASTRE MODERNO EM LISBOA E UM SISMO FILOSÓFICO NA EUROPA – O TERRAMOTO DE 1755
Ana Cristina Araújo (FLUC)

12.30 debate

13.00 intervalo para almoço

A Reconstrução. Legados Passados e Futuros do País e da Cidade

15.00
PORTUGAL AFLICTO E CONTURBADO
José Subtil (ESEVC e UAL)

15.45 intervalo para café

16.00
DINÂMICAS ESPAÇO-FUNCIONAIS DO CENTRO HISTÓRICO
Teresa Valssassina Heitor (IST-UTL)

16.45
UM PATRIMÓNIO PARA O FUTURO
Ana Tostões (IST-UTL)

17.30 Debate

Sábado,
24 de Setembro
Auditório da Reitoria da UNL

10.00
CANDIDATURA DE LISBOA A PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE
Raquel Henriques da Silva (FCSH-UNL)

10.30
Mesa Redonda
A CIDADE DO FUTURO
Moderador: José Manuel Fernandes (FA-UTL)

12.00
Sessão de Encerramento
Reitor da UNL, Presidente do IHC e Coordenadores Científicos do Curso

15.00
Visita guiada à Baixa Pombalina
A CONSTRUÇÃO POMBALINA
Coordenada por Mário Lopes, com a participação de Rita Bentoe Luís Guerreiro (IST-UTL)