« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
 
Conferência "A Organização das Nações Unidas"
Amadora
Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
Conferência
14 de Setembro de 2017
18h30

Regresso das conferências mensais na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, na Amadora - uma iniciativa do Laboratório de História do IHC.

A Organização das Nações Unidas: seus contornos e fragilidades

 

Oradora: Aurora Almada e Santos (IHC - NOVA FCSH)

 

Desde o seu estabelecimento, a Organização das Nações Unidas tem sido fundamental nas relações internacionais, que dificilmente poderão ser entendidas sem se ter em atenção o seu contributo. A Organização sofreu inúmeras transformações, desenvolvendo um estilo próprio, uma cultura e uma burocracia. Devido a um processo de evolução informal, gradualmente passaram a existir “três Nações Unidas”: a dos governos, que decorre diretamente das disposições da Carta; a dos funcionários, que ganharam uma grande independência de ação; e a dos Atores Não Estatais, que crescentemente participam no seu processo de decisão. Esta palestra tem como objetivo perceber os contornos da Organização, designadamente o seu surgimento, os propósitos que pretendia satisfazer, a sua composição, os mecanismos que lhe foram atribuídos para o cumprimento da sua missão e a sua adaptação às mudanças internacionais que não foram antecipadas no momento da fundação. Daremos uma atenção especial às atuais fragilidades e contradições do sistema das Nações Unidas, quer se trate do desequilíbro nos poderes entre os seus órgãos, da existência de procedimentos pouco definidos ou da grande liberdade de ação atribuída a determinados indivíduos.

 

Sobre a oradora:

Investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, onde se tem dedicado ao estudo da dimensão internacional da descolonização portuguesa. É autora de diversas publicações, designadamente capítulos de livros e artigos em revistas científicas. Tem participado, com a apresentação de comunicações, em encontros científicos nacionais e internacionais. No âmbito das suas funções de investigadora merecem ainda destaque o desempenho de outras atividades como a edição de publicações, a organização de conferências, a revisão de artigos e a execução de projetos de investigação.

 

Evento no Facebook