« Abril 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 
Seminário “História e Conceitos depois de Koselleck”
Lisboa
FCSH/NOVA | Edifício ID, Sala Multiusos 2
Seminário
26 de Abril de 2017
10h00

Um seminário sobre história conceptual e historiador alemão Reinhart Koselleck, coordenado por José Neves e Pedro Martins (IHC-FCSH/NOVA).

A história conceptual, campo interdisciplinar que se desenvolveu a partir dos anos 70, teve no historiador alemão Reinhart Koselleck um dos seus principais expoentes. Ao propor uma metodologia focada no estudo da invenção e desenvolvimento de conceitos fundamentais através do tempo, Koselleck pretendia demonstrar a necessidade de compreender a História não apenas como um conjunto de práticas ou actos humanos, mas também de categorias geradoras de realidade.

Neste seminário propomos discutir alguns destes temas, focando-nos em três aspectos: os esquemas de percepção do mundo pela prática historiográfica, a relação entre memória e tempo histórico, e os usos do conceito de povo no século XIX. O evento contará com a participação do Professor António Manuel Hespanha, autor de um artigo seminal sobre "categorias publicado" na revista Análise Social em 2003, do Professor Jeffrey Andrew Barash (Université de Picardie), que virá apresentar o seu mais recente livro "Collective Memory and the Historical Past" (University of Chicago Press, 2016), e da Professora Fátima Sá, directora da equipa portuguesa do projecto Ibero-americano de Historia Conceptual (Iberconceptos).

 

Programa:

10h00 - António Manuel Hespanha, "O historiador e os esquemas de perceção do mundo"
11h30 - Jeffrey Barash, "Memory and Historical Time: A Response to Reinhart Koselleck's Critique of the Concept of Collective Memory"
13h00 - almoço
14h30 - Fátima Sá, "Usos do conceito de ‘povo’ em Portugal na primeira metade do século XIX: uma perspectiva a partir do projecto Iberconceptos"
16h00 - fim