Paula Godinho

Doutor/a

Biografia

PhD Antropologia, investigadora IHC, docente no Departamento de Antropologia da NOVA FCSH. Prémio Xesús Taboada Chivite, 2008 (Galiza, Espanha). Xuíza Honorária pela Asociación de Amigos do Couto Mixto, Galiza, 2011. Vários anos de trabalho em Portugal, na fronteira e na Galiza, sobre reprodução social, festas e rituais, resistência e movimentos sociais, usos políticos da memória e práticas do património, processos de emblematização, turistificação e mercantilização da cultura, topografias do poder, culturas de fronteira e nacionalismos de diáspora. Entre outras obras publicou: Memórias da Resistência Rural no Sul (Couço, 1958-1962), Celta, 2001; O leito e as margens – Estratégias familiares de renovação e situações liminares no Alto Trás-os-Montes raiano, Colibri, 2006; Festas de Inverno no Nordeste de Portugal – património, mercantilização e aporias da «cultura popular», 100Luz, 2010; «Oír o galo cantar dúas veces» -Identificacións locais, culturas das marxes e construción de nacións na fronteira entre Portugal e Galicia, Imprenta Deputación Ourense, 2011; O futuro é para sempre – Experiência, expectativa e práticas possíveis, Letra Livre e Através Editora, 2017. Organizou e co-organizou várias obras sobre Antropologia e Performance; Usos/práticas da Memória e Património; Máscaras; Associativismo; Resistência e/y Memória; Fronteiras. Comissariou a exposição “Entre Margens – O Tratado de Limites de 1864 entre Portugal e Espanha” no ANTT (2014-2015). Oito projectos científicos financiados, quatro internacionais. Professora/conferencista em várias universidades estrangeiras.

Áreas de Investigação

  • Temas e problemas da antropologia portuguesa e do contexto etnográfico europeu
  • Usos da cultura e da memória, práticas do património e mercantilização da cultura
  • Cerimónias, comemorações, rituais e performances
  • Topografias do poder, construção de identidades nacionais, identidades de orla, culturas de fronteira e nacionalismos de diáspora
  • Mudança social rural, resistência, movimentos sociais, extrema-esquerda

Publicações destacadas

  • Godinho, Paula. O futuro é para sempre. Experiência, expectativa e práticas possíveis. Lisboa/Santiago de Compostela: Letra Livre/Através Editora, 2017. [link]
  • Godinho, Paula. «Oír o galo cantar dúas veces» -Identificacións locais, culturas das marxes e construción de nacións na fronteira entre Portugal e Galicia. Ourense: Imprenta da Deputación, 2011. [PDF] Prémio Xésus Taboada Chivite 2008, Galiza
  • Godinho, Paula. Festas de Inverno no Nordeste de Portugal – património, mercantilização e aporias da «cultura popular». Castro Verde: 100Luz, 2010. [PDF]
  • Godinho, Paula. O Leito e as Margens. Estratégias familiares de renovação e situações liminares em seis aldeias do Alto Trás-os-Montes raiano (1880-1988). Lisboa: Edições Colibri, 2005. [link]
  • Godinho, Paula. Memórias da resistência rural no Sul – Couço (1958-1962). Oeiras: Celta, 2001.

Projectos principais

  • Investigadora no projecto “Transiciones a la democracia en el sur de Europa y en América Latina: España, Portugal, Argentina y Chile” — Coordenado por Carme Molinero e Pere Ysàs (Universitat Autònoma de Barcelona) e financiado pelo Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (Espanha). 2016-2019 [HAR2015-63657-P]
  • Investigadora no projecto “Los festivales y celebraciones musicales como factores de desarrollo socioeconomico y cultural en la Peninsula Iberica” — Coordenado por Susana Moreno (Universidad de Valladolid) e financiado pelo Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (Espanha). 2015-2017 [HAR2013-46160-P]
  • Investigadora no projecto “Los festivales y celebraciones musicales como factores de desarrollo socioeconomico y cultural en la Peninsula Iberica” — Coordenado por Susana Moreno (Universidad de Valladolid) e financiado pelo Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (Espanha). 2015-2017 [HAR2013-46160-P]
  • Investigadora no projecto “Cooperación transfronteriza y (des)fronterización: actores y discursos geopolíticos transnacionales en la frontera hispano-portuguesa” — Coordenado por Heriberto Cairo Carou (Universidad Complutense de Madrid) e financiado pelo Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (Espanha). 2013-2016 [CSO2012-34677]
  • Investigadora no projecto “Estado e memória: políticas públicas da memória da ditadura portuguesa (1974-2009)” — Coordenado por Manuel Loff e financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (PTDC/HIS-HIS/121001/2010).

CONTACTOS

Instituto de História Contemporânea Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade NOVA de Lisboa   //   Av. Berna, 26 C 1069-061 LISBOA   //   Tel.: +351 21 7908300 ext. 1545   //   Email: ihc@fcsh.unl.pt

HORÁRIO

2.ª a 6.ª feira 10.00h - 13.00h // 14.00h - 18.00h

Pesquisa

Share This
X