Os partos e as maternidades em Portugal (1889-1943)

Nov 30, 2016 | Artigos, Publicações

Os partos e as maternidades em Portugal (1889-1943) – os casos nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra

  • Virgínia Rosário Baptista
  • 2016
  • Revista de História Regional
  • Volume 21, Número2
  • 364-388 p.
  • Idioma: Português
  • DOI: 10.5212/Rev.Hist.Reg.v.21i2.0003
  • ISSN: 1414-0055

Artigo integrado no dossier “Partos, parteiras e maternidade: tecnologias e políticas do corpo“.

O objetivo deste artigo é debater os partos nas maternidades, realizados por médicos, a nível regional, em três cidades de Portugal – Lisboa, Porto e Coimbra- entre 1899 e 1943.
As datas referem-se aos anos em que começámos e finalizámos as pesquisas nos livros de inscrição das parturientes, em duas maternidades de Lisboa.
Pretendemos responder a três questões principais: – Qual a visão política e social da época sobre o trabalho das mulheres? Existiram desenvolvimentos nos cuidados de saúde das parturientes e dos recém-nascidos? Que sistemas de proteção social foram concedidos às mulheres quando chegavam às maternidades?
Seguindo diferentes fontes, concluímos que só as mulheres trabalhadoras mais pobres obtinham assistência social para os partos nos hospitais enquanto só algumas mulheres acediam à previdência social pelo mutualismo ou pelos empregadores.

Palavras-chave:
Mulheres Trabalhadoras, Maternidades; Partos

Outras Publicações

Todas
Livros
Capítulos
Artigos
Outras publicações

CONTACTOS

Instituto de História Contemporânea
NOVA FCSH
Av. Berna, 26 C 1069-061 LISBOA
Tel.: +351 21 7908300 ext. 1545
Email: ihc@fcsh.unl.pt

HORÁRIO

Segunda a Sexta-Feira
10.00h - 13.00h / 14.00h - 18.00h

Pesquisa

Share This
X